OS MANDAMENTOS DA LOMOGRAFIA

Uma volta ao mundo analógico

Apesar da busca pela excelência fotográfica e pela digitalização de imagens, há hoje uma volta aos padrões mais naturais e de mais liberdade.

Cores explosivas, vazamentos de luz, enquadramento e todas as demais limitações técnicas características de câmeras analógicas simples, mas de alta sensibilidade, ainda são capazes de criar uma estética única.

É o que mostram as imagens feitas com as máquinas da Lomo (abreviatura de “Leninsgrádski Óptiko-Mekhanitcheskoe Obiedinênie”, em russo, ou, em português, “União Ótico-Mecânica de Leningrado).

Dez mandamentos do movimento lomográfico:

  1. Leve sua câmera sempre com você
  2. Tire fotos dia e noite, de tudo que chamar sua atenção
  3. A Lomografia é parte da sua vida e não uma interferência
  4. Tente fotografar de todas as maneiras possíveis, com muita luz, pouca luz, desenvolva idéias
  5. Aproxime-se o máximo possível dos elementos fotografados
  6. Não pense muito na hora de fotografar
  7. Seja rápido
  8. Você não precisa saber o que fotografou
  9. Não se importe com o resultado
  10. Não leve nenhuma regra a sério

fonte: Gazeta RUSSA 21/03/2012


COLEÇÃO LOMOGRAFIA

Os fotógrafos Caito Ortiz e Jorge Sato expuseram na loja Amoreira, em SP, na ocasião da mostra LOMOGRAFIA, com curadoria da COMPOTA, que também ajuda a promover a fotografia em LOMO.

CONFIRA A COLEÇÃO