UMA HOMENAGEM À BELEZA NIGERIANA

AS FOTOGRAFIAS DE J.D. OJEIKERE SÃO UM TRIBUTO ÀS MULHERES DA NIGÉRIA, QUE RECENTEMENTE CONQUISTARAM UM IMPORTANTE DIREITO
No fim de maio, uma semana antes de encerrar seu mandato, o presidente da Nigéria assinou uma lei fundamental para as nigerianas: a partir de agora é proibido a prática da mutilação genital. Estima-se que 25% das mulheres do país entre 15 e 49 anos foram submetidas a essa violência. Por ser a nação mais populosa da África - com cerca de 174 milhões de habitantes - os números da Nigéria fazem dela a campeã desse tipo de prática. País de mais de 500 etnias - sendo os hauçás, os igbos e os iorubás os três maiores grupos-, a Nigéria tem uma complexa diversidade cultural. A beleza das mulheres nigerianas foi magistralmente registrada por J.D.Okhai Ojeikere, fotógrafo nigeriano que durante os 60 concluiu a série "Hairstyles", em que captou mais de mil penteados femininos. Na época, o país havia se tornado independente da Inglaterra há poucos anos e havia uma ansiedade em afirmar os valores culturais e padrões de beleza. Os penteados chegavam a ter mais de 10 cm de altura e algumas famílias tinham até direitos exclusivos sobre certos formatos. Ojeikere morreu no ano passado e atualmente sua obra é representada pela galeria nova-iorquina Fifty One.
     


A capa do livro "Photographs"