Rui Mendes

Rui Mendes cursou fotografia no Fort Vancouver Junior College, em Vancouver, nos anos de 1978/79. Em 1980, ingressou na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde fundou o grupo anarquista ”Os Picaretas”. De 84 a 86 foi articulista no caderno de informática na seção “Fotografe sem Mistério” da Folha de São Paulo. Nesta época começou a fotografar para capas de disco do incipiente movimento roqueiro dos anos 80. Sempre trabalha na confecção de retratos, que já lhe proporcionaram sete indicações ao Prêmio Abril e duas indicações ao Prêmio Funarte de Fotografia, do qual foi finalista, em 98, pelo trabalho “A Velha Guarda do Samba”. Entre 2006 e 2008 deu sequência ao mesmo projeto, em São Paulo, onde tais fotos podem ser vistas nas capas da compilação “Memória do Samba Paulista”. Em 2011 ganhou o Prêmio Abril pelo retrato do então vice-presidente, José Alencar, para a Revista Alfa. No mesmo ano, foi um dos dez fotógrafos escolhidos para ter sua carreira documentada no Projeto FOTO.DOC. Hoje trabalha para diversas publicações do mercado editorial, e em seu livro de retratos, “Música”, sobre o cenário musical brasileiro, que será lançado no fim de 2015. Ao longo de sua carreira como fotógrafo, realizou 5 exposições individuais, uma coletiva e uma exposição em parceria com o grafiteiro Jey.